Fisioterapia y lesiones del ciclista

06 MAR'19

Fisioterapia e lesões em ciclistas

 
O ciclismo oferece benefícios de saúde enormes e variados para todas as idades, seja para diversão ou para competidores sérios.
 
Os fisioterapeutas podem usar seu conhecimento e experiência para fornecer orientações sobre a postura do ciclista e as configurações da bicicleta para garantir o aproveitamento desses benefícios sem causar dor.
 
Mas, como em qualquer esporte, há lesões comuns sofridas por ciclistas que podem precisar da ajuda de um fisioterapeuta. Em termos gerais, essas lesões são classificadas em duas categorias principais: uso excessivo e traumático.
 
As lesões por uso excessivo geralmente incluem dor no joelho, dor nas costas e problemas com o tendão de Aquiles.
 
O ciclismo é um esporte muito repetitivo: um ciclista médio pode realizar mais de 5.000 rotações por hora, portanto, é bastante compreensível como pequenos problemas podem se tornar grandes problemas ao longo do tempo.
 
Lesões traumáticas são mais comumente resultantes de acidentes devido a quedas e acidentes.
 
Andar de bicicleta é um esporte muito seguro, mas como tudo mais, vale a pena estar ciente de suas próprias habilidades, conhecer o ambiente ao seu redor e tomar as devidas precauções de segurança, como usar um capacete.
 
Além disso, a posição em que você se senta em uma bicicleta pode ser extremamente importante, especialmente sabendo que andar de bicicleta é muito repetitivo.
 
 
Configuração de bicicleta
 
A configuração inadequada da bicicleta pode estar relacionada à dor e aos ferimentos. Os fatores comuns são:
 
  • O assento está muito alto ou muito baixo.
  • A posição do pé no pedal causa muita carga no pé ou no tornozelo.
  • A distância errada do assento até o guidão pode colocar o corpo em uma posição que cause tensão excessiva nas articulações dos ombros, pescoço e região lombar.

 

 

Recebe as nossas novidades, descontos e vouchers antes de qualquer outra pessoa

Escreve o teu email e assina a nossa newsletter